Traveling around the world

Traveling around the world

Por Herman Junior

Viajar sempre foi uma excelente forma de interagir e aperfeiçoar um idioma. Quanto mais tempo passamos em um lugar, mais tempo estaremos expostos àquela cultura, seu povo e sua língua. Com a globalização aflorando em todos os cantos do planeta, comércio, esporte e intercâmbios de estudantes se tornando cada vez mais com

uns e quebrando novas fronteiras a cada dia, o inglês se tornou uma língua mundialmente utilizada nesse processo de interação global.

Hoje em dia podemos viajar por países europeus e ver todas as camadas da população utilizando a língua inglesa para se comunicar. Muitas vezes com sotaques peculiares a um determinado local, mas a mesma língua que aprendemos em sala de aula, com a mesma gramática e toda a estrutura que possui.

Contudo, principalmente em países da América Latina, onde a língua inglesa não é a tão comum, muitos temem a experiência de viajar e, de fato interagir com outros.

Muitas vezes contratam pacotes com guias e veem a viagem passar diante de seus olhos como se fosse um filme de Hollywood onde apenas tomamos o assento e passivamente assistimos tudo que vemos.

Muitos memorizam frases, treinam o básico e jamais consideram que uma experiência internacional pode ir muito além de visitar pontos turísticos.

A imersão na cultura de uma cidade, de um país, com certeza trarão, junto com as fotos e da diversão, muito conhecimento sobre culturas e formas de se viver. E isso só será possível através da interação. Sem contar que é na interação que surge a oportunidade de aperfeiçoarmos o idioma, consolidarmos tudo que aprendemos em aula e porque nao dizer, carimbarmos nosso passaporte como cidadãos não somente do país de onde vimos mais cidadãos do mundo.

Abaixo algumas dicas de como se comportar numa viage

m internacional para conseguir aperfeiçoar o idioma.

  • Procure falar com garçons, atendentes de lojas, etc.
  • Se estiver num local público, busque quebrar o gelo iniciando uma conversa como perguntando de onde a pessoa vem. Uma vez em Buenos Aires, por sermos simpáticos com uma senhora na recepção de um hotel, ganhamos um tour pela cidade, pois ela esperava um primo que vinha buscá-la de carro. Adoramos eles e também fizemos uma amizade. Ponto positivo para nossos vizinhos argentinos.
  • Shows, cinemas, nightclubs, barzinhos costumam não estar na programação de quem viaja. Já fizemos amizades nesses lugares e até trocamos e-mails e mensagens nas redes sociais após voltarmos para nosso país.
  • Lembre sempre que lazer também é interagir e conhecer pessoas novas.
  • Não tenha medo. Muitas vezes uma pessoa irá adorar fazer amizade com você e saber mais sobre o seu país.
  • Errar ao falar o idioma não deve jamais se tornar um motivo para evitar a interação. Pense! Talvez a pessoa com quem você irá interagir possa conhecer o idioma tanto quanto você.
  • Não coloque o preconceito e os costumes na mala. Saiba que encontrará diferenças na forma que muitos se vestem, andam, etc. Apenas diferenças, nada mais.
  • Acredite que você pode, seja simpático e educado que as portas se abrirão para você. Principalmente na Europa e EUA, pois estão muito acostumados a receber pessoas de diversas partes do mundo.

Nunca perca uma oportunidade. Ela pode demorar para acontecer novamente e você com certeza terá uma bela estória para contar aos amigos ou a seus filhos um dia.

Deixe uma Resposta

XHTML: Você pode utilizar essas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>