Como melhorar sua pronúncia

Como melhorar sua pronúncia

Por Herman Junior

Pronúncia hoje em dia é um dos grandes tabus que o aprendiz da língua inglesa enfrenta. Não apenas pelo fato de saber a importância de falar bem um idioma e como isso tornará a comunicação mais efetiva, mas também por não encontrar, principalmente nos países da América Latina, pessoas nativas para poder praticar como acontece na Europa.

Cada língua possui um código fonético que precisa ser estudado e conhecido por qualquer um que almeje falar o idioma com os sons corretos das vogais e consoantes. Ao contrário do que muitos acreditam, falar não é a única forma de aprendermos a pronunciar corretamente. Treinar o ouvido é um grande agente no processo desse tipo de aprendizado.

Por exemplo, um bebê recém nascido quando começa a falar. Ele primeiro ouviu muitas vezes para depois ser capaz de pronunciar corretamente uma palavra, sempre sendo corrigido pela voz dos pais e conduzido ao melhor resultado de uma ou outra palavra. Neste caso entendemos que ao ouvir uma palavra começamos um processo de familiarização com aquele som e seu significado. Ao ouvirmos pela segunda ou terceira vez, aquilo começa a se consolidar dentro do aprendiz que já é capaz de reproduzir e compreender o significado da palavra, bem como memorizá-la para utilização no futuro.

Assim se constrói a em cada um a habilidade de se comunicar.

O conhecimento dos símbolos fonéticos pode encurtar esse processo, pois o aprendiz saberá as limitações que uma vogal, por exemplo terá em certo idioma. Em português, por exemplo a letra “i”, não tem a mesma pronúncia que muitas palavras na língua inglesa possuem como, nice, fine, light, shine. Neste caso o som de /ai/.

Existem 26 letras no alfabeto inglês, mas quando falamos essas 26 letras chegam a produzir aproximadamente 45 sons diferentes. Esses sons chamamos de fonemas.

Vamos pegar a letra “a” em inglês e ver cinco sons diferentes que ela possui.
Cat – som de /é/
Father – som de /a/
Saw – som de /ó/
Make – som do ditongo /ei/
About – som de /ã/

A partir do momento que estamos cientes das possibilidades, começamos a associar palavras semelhantes e encontramos os mesmos sons, como por exemplo: make, tape, date, late, shake. Todas com o som de /ei/. Ou cat, fat, chat, lap, bad. Todas com o som de /é/.

Se uma pessoa fala errado uma palavra, muito provavelmente, vai esperar ouvir aquela palavra do mesmo jeito que a conhece e isso não vai acontecer. Portanto, a prática, associada ao conhecimento da fonética de cada idioma, é o melhor caminho para se falar uma língua com precisão e também ser capaz de entender e reconhecer um som quando ouvi-lo.

Deixe uma Resposta

XHTML: Você pode utilizar essas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>